Rotas sem Barreiras +

Início: Setembro 2010 Fim: Agosto 2012 (porrogado até 31 Dezembro 2012)

/Projetos Executados

GAL´S  Parceiros do Projeto

Programa Financiador

PRODER (Sub-programa 3-Abordagem Leader)

Medida do Programa

3.4 – Cooperação Leader para o Desenvolvimento (Componente 2)

GAL Coordenador (Portugal) : GAL Terras Dentro 
Terras Dentro – Associação para o Desenvolvimento Integrado

GAL: GAL Al Sud – Esdime 
Esdime – Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste, Crl

GAL Coordenador (Espanhol): CEDECO
Centro de Desarrollo Comarcal de Tentudía

GAL : ADERCO
Asociación para el Desarrollo de la Comarca de Olivenza (ADERCO)

Objetivos

Os objetivos do projeto Rotas Sem Barreiras + estão em consonância com os objetivos da Medida de apoio à Cooperação em Portugal e Espanha e com os eixos estratégicos da ELD dos GAL Parceiros. O projeto de cooperação Rotas Sem Barreiras+ é uma parceria entre 4 Grupos de Acão de Local pertencentes ao espaço da União Europeia que tem como objetivos a partilha de conhecimentos técnicos, de recursos humanos, de recursos financeiros e a concertação de uma estratégia para contrariar uma problemática comum aos quatros territórios – a inexistência da acessibilidade universal e da acessibilidade turística em particular, aos produtos e serviços dos seus territórios.

A) OBJETIVOS GERAIS

Contribuir para a eliminação das barreiras que dificultem o desfrute das atividades de ócio e turismo em condições igualitárias;

Normalizar o conceito de “acessibilidade universal” no âmbito dos recursos e serviços dos territórios participantes;

Promover os produtos e serviços dos territórios participantes no projeto;

Contribuir para o desenvolvimento do sector turístico dos territórios implicados, baseado em parâmetros de qualidade, competitividade e abordagem de nichos de mercado específicos;


Reforçar a rota Turismo Sem Barreiras com a inclusão de novos recursos acessíveis;

Contribuir para a construção de um modelo de turismo universal e fomentar a sua transferência para outros territórios;

Fomentar a igualdade de oportunidades e a plena integração social das pessoas com mobilidade e perceção reduzidas.

B) OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Implicar novas entidades e territórios colaboradores no desenvolvimento e transferibilidade do projeto Rotas Sem Barreiras;

Atualizar o estudo, análise e validação dos recursos e serviços de ócio e turismo nos territórios implicados;

Aplicar as regras de acessibilidade às páginas

Web dos participantes do projeto;

Incrementar a oferta da Rotas Sem barreiras

com a inclusão de novos recursos turísticos que vão cumprindo os critérios de acessibilidade;

Sensibilizar cidadãos, empresas e instituições sobre a importância de proporcionar a acessibilidade universal em geral e a acessibilidade no sector turístico, em particular;

Fomentar a (in)formação de empresários e profissionais do sector turístico no que respeita

aos aspetos relacionados com a acessibilidade turística;

Ampliar o âmbito de intervenção do projeto, adicionando à eliminação de barreiras para mobilidade aquelas relacionadas com as limitações visuais ou auditivas;

Promover em cada território experiências pilotos transferíveis de acessibilidade universal em museus, centros de interpretação com um duplo objetivo: acessibilidade turística e sensibilização social;

Realizar eventos e foros que contribuam para dar

a conhecer o projeto Rotas Sem Barreiras

em Espanha e Portugal, assim como debater

a problemática e os reptos da acessibilidade

no turismo;

Alargar o âmbito de atuação a serviços públicos relacionados com o ócio, bem como ao desfrute de espaços verdes e do entorno natural;

Reforçar a promoção do Rotas Sem Barreiras através da reedição de material atualizado, sua difusão em meios virtuais e a participação em feiras de Espanha e Portugal.

Ações do Projeto

ATIVIDADE 1 - TODOS AO MUSEU

Ação 1.1 - Deslocação Aquisição de Competências

Descrição: Pretende-se com esta acção adquirir competências na área da inovação tecnológica aplicada a museus e centros de interpretação acessíveis. Estão previstas várias deslocações tanto em território nacional como internacional para recolha das melhores experiências com o objectivo de se conhecerem os equipamentos e soluções tecnologicamente avançadas e eficazes na adaptação de museus e centros de interpretação a pessoas com deficiências.

Resultados esperados: Propor para os territórios dos GAL’s um conjunto de soluções tecnologicamente avançadas, totalmente acessíveis, de forma a serem aplicadas em pelo menos a um Museu ou Centro de Interpretação do território de cada GAL.

Ação 1.2 - Projecto de adaptação “Todos ao Museu”  (ação piloto)

Descrição: Elaboração de projecto técnico (incluindo propostas de equipamentos) para adaptação de um ou mais espaços museológicos para pessoas portadoras de deficiência (deficiência visual, auditiva e motora).

Destinatários: Museus, Núcleos Museológicos, Centros de Interpretação do território dos GAL’s.

Resultados esperados: Permitir que o território conte pelo menos com um museu totalmente adaptado a pessoas com deficiências; que este espaço seja uma referência nacional na área da acessibilidade e modelo impulsionador na criação de museus e centros de interpretação acessíveis.

ATIVIDADE 2 - ACTUALIZAÇÃO DO GUIA DE TURISMO ACESSÍVEL "ROTAS SEM BARREIRAS"

Ação 2.1 - Actualização de dados dos locais acessíveis constantes no guia

Descrição: Através de esta acção renovar-se-ão os dados relativos ao guía “Rotas Sem Barreiras”, actualizando aqueles serviços e recursos turísticos (monumentos, museus, alojamentos, restaurantes, etc.) que desde a edição do guia até agora tenham incorporado elementos para facilitar a acessibilidade.

Resultados esperados: Contar com a informação actualizada relativa ás condições de acessibilidade dos locais nos territórios.

 

Ação 2.2 - Pesquisa de novos locais acessíveis para inclusão no guia

Descrição: Realizar-se -á um trabalho de campo com visitas "in situ" aos recursos e serviços turísticos de cada território, analisando as condições de acessibilidade para sua inclusão no guia "Rotas Sem Barreiras". Por meio de estas visitas também se estimulará aqueles locais que não cumpram os requisitos de acessibilidade a que empreendam acções para conseguir a sua adaptação. Esta acção desenvolver-se-á em várias fases:1 - diagnóstico da situação - Os estudos existentes sobre a acessibilidade de cada território complementar-se-ão com a recolha de novos dados que identifiquem locais que possuam condições de acessibilidade ou aqueles novos estabelecimentos que sejam acessíveis. Este diagnóstico constitui um ponto de partida para a estratégia das novas acções do projecto Rotas Sem Barreiras;2 - elaboração de relatórios de recomendação para adaptações -com o objectivo de informar e sensibilizar as instituições e promotores turísticos do território, serão emitidos relatórios de recomendação para adaptação dos recursos e serviços turísticos com a descrição dos requisitos, condições de acesso, etc. Será também um trabalho de animação que terá o seu complemento com as ajudas do sector turístico que os promotores podem obter através do programa Proder. 3 - Acções de confirmação das adaptações - Fase prévia à inclusão de novos recursos ou serviços no guia "Rotas sem Barreiras". É necessária a sua validação, que se realizará através de visitas por parte dos técnicos contratados pelo projecto, verificando-se o cumprimento segundo a lei dos diferentes parâmetros de acessibilidade exigidas.

Resultados esperados: : Incremento da oferta de locais acessíveis a incluir no guia "Rotas sem Barreiras"; Dispor de um conhecimento detalhado e actualizado da situação do sector turístico em matéria de acessibilidade; Conseguir sensibilizar os organismos públicos e os proprietários dos estabelecimentos do território para a importância da acessibilidade, assim como o conhecimento dos requisitos de adaptação; Ter garantido que as acções de adaptação para atingir a acessibilidade são as correctas e adequadas segundo a legislação.

 

Ação 2.3 - Produção e edição do novo formato do guia em suporte digital

Descrição: O novo guia "Rotas Sem Barreiras" materializar-se-á essencialmente em formato digital. A nova versão do guia assumirá uma forma digital que requer nova maquetizaçao face aos novos conteúdos de intercatividade pretendidos, a sua edição em suporte digital e sua difusão através da Internet.

Resultados esperados: Re-impulso da promoção das "Rotas sem Barreiras", com informação actualizada e utilizando novos métodos de difusão.

ATIVIDADE 3 - AÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO "UM TERRITÓRIO MAIS ACESSÍVEL"

Ação 3.1 - Jornadas Técnicas I (Extremadura)

Descrição: Realização de jornadas técnicas na Extremadura espanhola para analisar a situação do turismo acessível em ambos os territórios.

Resultados esperados: Análise técnica e socioeconómica da situação actual do turismo acessível em ambos os territórios e no panorama espanhol, assim como o estudo das ferramentas das quais se dispõe para potenciar o dito turismo.

 

Ação 3.2 - Jornadas Técnicas II (Alentejo)

Descrição: Realização de jornadas técnicas no Alentejo para analisar a situação do turismo acessível em ambos os territórios.

Resultados esperados: Continuação da Análise técnica e socioeconómica da situação actual do turismo acessível em ambos os territórios e no panorama português e espanhol, assim como o estudo das ferramentas das quais se dispõe para potenciar o dito turismo.

 

Acão 3.3 - Produção e edição de Manual Técnico " Espaços Acessíveis"

Descrição: Elaboração e publicação de folheto pelos GAL’s portugueses com a indicação dos requisitos técnicos mínimos de acessibilidade que os estabelecimentos devem cumprir em Portugal.

Resultados esperados: Facilitar a empresários e técnicos de turismo a execução de projetos no sector turístico; material de apoio para as ações de sensibilização do projeto.

 

Acão 3.4 - Ações dirigidas a empresários/técnicos de turismo

Descrição: Realização de sessões de informação, esclarecimento e workshops sobre atendimento adequado a clientes com necessidades especiais e condições físicas de acessibilidade.

Resultados esperados: Sensibilizar os empresários e técnicos de turismo para um correto atendimento aos turistas com limitações sem ferir a sua sensibilidade e informá-los das condições físicas necessárias e regulamentadas em matéria de acessibilidade.

 

Acão 3.5 - Ações dirigidas a autarquias

Descrição: Jornada de sensibilização "Implementação de um plano municipal de acessibilidade".

Resultados esperados: Consciencializar os técnicos e responsáveis das Autarquias para a necessidade de tornarem acessíveis os seus municípios.


Acão 3.6 - Ações dirigidas à população

Descrição: Realização de várias atividades destinadas à sensibilização da população para a questão da deficiência, promovendo programas de rádio (abordagem das experiências no sector turístico, pessoas portadoras de deficiência, técnicos, etc.) representações teatrais (que promovam a sensibilização) e jornadas lúdico-desportivas em espaços públicos.

Resultados esperados: Sensibilização da população em geral sobre os vários tipos de deficiência através de atividades lúdicas.

ATIVIDADE 4 - AÇÕES PROMOCIONAIS ROTAS SEM BARREIRAS

Ação 4.1 - Internacionalização da marca e produto “Rotas sem Barreiras”

Descrição: Esta Acão passa pela participação em feiras nacionais e internacionais, como por exemplo a BTL (Bolsa Internacional de Lisboa) e a FITUR (Madrid). Pretende-se a participação em feiras da especialidade para públicos específicos - profissionais de turismo - nas áreas do Turismo, com vista a:- dar visibilidade e promover os territórios;- promoção de novos programas;- internacionalização da marca;- contactos com operadores turísticos.

Resultados esperados: - Territórios rurais (Alentejo Central, Alentejo Sudoeste, Comarca de Tentudía, Comarca de Olivenza) posicionados no segmento de mercado destinam turístico acessível; - Internacionalização da Marca - Parcerias estabelecidas com Operadores Turísticos especializados

 

Acão 4.2 - Lançamento do novo Guia de Turismo Acessível “Rotas Sem Barreiras”.

Descrição: Esta iniciativa pressupõe a organização de dois eventos (um na Extremadura e outro no Alentejo) que possibilite aos convidados (parceiros, instituições, destinatários, órgãos de comunicação social e financiadores) o contacto com o produto final e, igualmente, o usufruto de alguns dos locais e serviços acessíveis incluídos no Guia. Pretende-se fazer coincidir a realização das Jornadas Técnicas com o dia de lançamento do Guia “Rotas Sem Barreiras” nos dois territórios eleitos.

Resultados esperados: - Riqueza cultural e natural dos territórios promovida através de Produtos Turísticos Acessíveis e de qualidade;- Territórios rurais posicionados no segmento de mercado destinam turístico acessível Trabalho inovador realizado nos 4 territórios divulgado aos parceiros não formais do projeto, aos financiadores e, em particular, aos destinatários últimos da Rota Turística, as pessoas com mobilidade reduzida.

Acão 4.3 - Conceção e produção de DVD promocional Rotas Sem Barreiras - Turismo para Todos

Descrição: Pretende-se a conceção e produção de filme promocional dos 4 territórios envolvidos na consolidação e alargamento da Rota Turística adaptada. O DVD visará a promoção do genérico dos territórios e a divulgação, em particular, da Rota Turística e do Turismo Acessível. Serão realizadas duas versões - uma de 3' e outra para publicidade institucional com 20 a 30 ''. O DVD deverá ter 3 versões: uma falada (off) em português e com intérprete de língua gestual portuguesa; outra falada (off) em espanhol e com intérprete de língua gestual espanhola; e ainda outra falada (off) em inglês e com intérprete de língua gestual inglesa. O DVD, na sua versão mais alongada, será divulgado em todas as ações promocionais a realizar no âmbito do projeto e noutras ações promocionais individuais, da responsabilidade de cada um dos GAL parceiros, feiras, eventos, seminários, etc.

Resultados esperados: - Territórios rurais (Alentejo Central, Alentejo Sudoeste, Comarca de Tentudía, Comarca de Olivenza) posicionados no segmento de mercado destinam turístico acessível; - Internacionalização da Marca - Parcerias estabelecidas com Operadores Turísticos especializados; - Riqueza cultural e natural dos territórios promovida através de Produtos Turísticos Acessíveis e de qualidade; - Aumento da procura e do usufruto dos produtos contidos na Rota.

Outras Publicações Relacionadas

com Turismo Acessível

ATIVIDADE 5 - ACESSIBILIDADE ELETRÓNICA

Acão 5.1 - WEB Acessível

Descrição: É objetivo comum dos 4 GAL´s parceiros deste projeto proporcionarem total acessibilidade a quem os visita por via eletrónica, independentemente das limitações do visitante. Esta ação irá permitir transformar as atuais páginas Web dos parceiros do projeto em páginas totalmente acessíveis com recurso às últimas soluções tecnológicos disponíveis. Só assim é possível divulgar de forma eficaz todos os projetos e atividades que os GAL´s irão desenvolver na área da acessibilidade e do turismo acessível.

Resultados esperados: Divulgação do Grupo de Acão Local, seus projetos e atividades de uma forma eficaz e sem barreiras.

DVD - Rotas Sem Barreiras

Anuncio - Versão Portuguesa

Video - Versão Portuguesa

Anuncio - Versão Espanhola

Video - Versão Espanhola

Anuncio - Versão Inglesa

Video - Versão Inglesa

Sede Social

Rua do Rossio de Pinheiro

7090-049 Alcaçovas - Portugal

Telefone: +351 266 948 070

Fax: +351 266 948 071

terrasdentro@terrasdentro.pt